Agenda
Notícias
História
Cultura
Turismo
Mapas
Fotos
Vídeos
Orla
Praias
Points
Artesanato
Culinária
Museus
Contato
 
Academias
Automóveis
Bares e Cafés
Beleza e Saúde
Casa e Jardim
Delicatessens
Restaurantes
Pizzarias
Pousadas
Hotéis
Farmácias
Imobiliárias
Informática
Construtoras
Cursos e Universidades
Clínicas
Lojas
Materiais de Construção
Supermercados
Turismo - Agências
Rádio e TV
Jornais
Serviços
Notícias de Maceió

Cresce oferta de vagas de estágio
Maceió, 14 de março de 2008

Começou a temporada de estágios. A cada ano, é sempre a partir de março que as empresas de Alagoas e do país iniciam seus processos seletivos de contratação de estagiários de nível superior. E os estudantes que querem uma oportunidade devem apertar o passo, afinal a disputa é grande por uma vaga no mercado de trabalho. No Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac), o movimento na Central de Estágios se intensificou neste mês. Após período de formatura e de férias, de dezembro a janeiro, o número de oferta de estágios vem crescendo gradativamente. Só nos três primeiros meses deste ano, cerca de 2 mil alunos da instituição conquistaram um estágio, dos quais 1.324 são de caráter curricular obrigatório.

“Nossa Central de Estágios existe desde agosto de 2006. Após um ano e meio de trabalho promovendo a articulação entre empresas, agentes de integração e estudantes, observamos um aumento de 13,8% no número de contrato de estagiários”, diz Alba Mota Braga, coordenadora da Central. De acordo com ela, do total de vagas ofertadas aos alunos do Cesmac, 41,5% são na área de Administração, 14% são para Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade) e 10,2% são para os estudantes do curso de Análise de Sistema. Outros cursos que também apresentam forte demanda por estagiários são os de Ciências Contábeis, Direito e Engenharia. “Além de mais procurados pelo mercado, os estudantes de Administração são os que recebem as bolsas de valores mais altos, alguns já conseguiram remuneração mensal de até seis salários mínimos”, diz Alba.

Para a coordenadora, o estágio deve ser encarado pelo estudante como uma boa oportunidade de desenvolvimento profissional e pessoal. “Como estagiário, ele pode colocar em prática os conhecimentos que vem acumulando ao longo de anos na sala de aula”, argumenta. Mas, segundo Alba, o próprio estudante também dá importantes colaborações para empresa na qual está engajado. “O estagiário quebra paradigmas e traz novos conceitos ao ambiente coorporativo no qual está inserido. Em minha opinião, há uma boa troca de experiência para ambos os lados”, ressalta.

Alba afirma que 50% dos estudantes do Cesmac que permanecem como estagiários nas empresas por mais de um ano conseguem ser contratados como profissionais após concluírem seus cursos. Uma média de 20 ofertas de vagas chega à Central de Estágios da instituição. Algumas delas são frutos de convênios com agentes de integração como o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), o Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social do Brasil (IDESB) ou de convênios firmados com empresas privadas e instituições públicas. “Temos parcerias com várias Prefeituras, entre elas a de Maceió, Satuba e São Miguel dos Campos, e com órgãos como o Ministério Público, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Defensoria Pública e Tribunal Regional do Trabalho (TRT)”, enumera Alba.

Por outro lado, empresas como Braskem, Coca-Cola, Companhia Energética de Alagoas (Ceal), Contrato Engenharia e Construtora Falcão também buscam estagiários do Cesmac para dar um reforço nos seus quadros de pessoal. Para democratizar o acesso às vagas oferecidas, a Central de Estágios do Cesmac disponibiliza anúncios freqüentes no site da instituição (www.cesmac.com.br). E as ofertas não se restringem ao território alagoano.

Há estudantes que já conquistaram vagas em empresas de outros estados brasileiros e até fora do país. “Temos conseguido também firmar acordos de cooperação internacional, com programas de intercâmbio como o Communicating for Agriculture Exchange Program (Cahep), que tem proporcionado oportunidades de trabalho para os nossos alunos no exterior”, diz, mencionando que recentemente dois estudantes de Veterinária foram selecionados para estágios oferecidos na Austrália.

DICAS – Aos estudantes que querem conquistar uma vaga de estágio, Alba dá algumas dicas. “A primeira impressão é a que fica. Por isso, ao comparecer nos processos seletivos, o ideal é ir vestido com roupas formais e discretas. As moças devem evitar decotes, saias e blusas curtas, cores fortes e maquiagem exagerada”, sugere. “Já os rapazes precisam se apresentar com os cabelos cortados, barba feita, unhas limpas e, de preferências sem adereços como bonés, brincos e colares”, diz.

Outro aspecto importante, segundo a especialista está na comunicação verbal e não-verbal. “A postura corporal diz muito sobre cada um de nós. A coluna reta, o olho no olho e um aperto de mão firme sempre pegam bem”, frisa. “Para causar boa impressão, creio que os estudantes precisam ouvir mais do que falar, evitar emitir opiniões polêmicas e não fazer uso excessivo de gírias na hora de se expressar”, completa. Por fim, Alba afirma que pontualidade é fundamental e que ao comparecer às entrevistas, o estudante deve apostar na autoconfiança e dispensar a companhia de pais, amigos ou parentes.

Fonte: Cesmac

Agenda Cultura Culinária Turismo Pousadas Hotéis Restaurantes